quarta-feira, 29 de março de 2017

Ministério inclui ioga, biodança, meditação e outras 11 terapias no SUS

Neymar foi um dos destaques da Seleção na vitória sobre o ParaguaiBrasil garantido: veja situação das seleções mundo afora Ioga, meditação, reiki e mais 11 opções serão oferecidas aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) pelo País. Portaria do Ministério da Saúde publicada nesta terça-feira, 28, no Diário Oficial da União amplia de 5 para 19 a lista das chamadas práticas alternativas - há ainda a inclusão de arteterapia, ayurveda, biodança, dança circular, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, shantala e terapia comunitária.

 Trazidas das medicinas milenares, como as orientais, tais práticas têm como objetivo cuidar do paciente em todas as suas dimensões, não somente a física, e atuar tanto como coadjuvante no tratamento de doenças quanto como estratégia de promoção de saúde. “Faz parte da estratégia de prevenção. Queremos que as pessoas procurem menos os hospitais”, afirmou o ministro da Saúde, Ricardo Barros, ao justificar a medida. Ele mesmo diz já ter feito reflexoterapia e quiropraxia.

Os serviços são montados a critério do interesse das prefeituras. “Esse mecanismo vai continuar. O que muda, agora, é a ampliação das possibilidades de oferta de atividades”, disse o ministro. Segundo Barros, todas as pessoas poderão ter acesso às terapias, independentemente de problemas de saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TOP 4

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...