segunda-feira, 23 de abril de 2018

Tribunal descarta interferência externa na final do Paulista e arquiva processo; Palmeiras pode recorrer

A 3ª Comissão Disciplinar do TJD-SP (Tribunal de Justiça Desportiva do Estado de São Paulo) optou por arquivar nesta segunda-feira o caso  x FPF (Federação Paulista de Futebol).

O time alviverde tentava provar a suposta interferência externa na decisão do árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza em anular o pênalti que havia concedido durante o 2º tempo da final do Campeonato Paulista, contra o Corinthians, em 8 de abril.
Segundo o procurador Marcelo Monteiro, "a tese da influência externa sequer se mostrou minimamente provada", o que não justifica que o caso siga para investigação. Com isso, a denúncia será arquivada pelo TJD.

O Palmeiras ainda pode recorrer da decisão se "apresentar fatos novos", informou Monteiro.
"Fatos novos poderão ensejar outra investigação. Essa, particularmente, está encerrada a partir do momento da entrega do relatório com os apontamentos que fizemos. A análise técnico-jurídica de tudo que foi processado neste feito", salientou o procurador.

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Torcida pede saídas de trio

O empate em 1 a 1 diante do Santa Fé (COL), no Maracanã, irritaram a torcida do Flamengo, que externou essa insatisfação nos muros da Gávea, com ofensas e críticas. Os alvos foram o presidente Eduardo Bandeira de Mello e os meias Diego e William Arão.
Nas pichações, a torcida pediu raça, sangue e criticou a diretoria. "Não somos empresa" foi uma das frases que esteve nos muros.
Mesmo com o tropeço, o Flamengo é o líder do grupo 4 da Libertadores. O Rubro-Negro empatou com River Plate (ARG) e Santa Fé (COL), além de vencer o Emelec (EQU). Os argentinos podem alcançar o Fla, caso vençam o Emelec, nesta quinta-feira. Dos três jogos restantes da fase de grupo, dois serão fora do Rio de Janeiro.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Ladrões roubam lote de celular no terminal de cargas do Galeão

No último domingo (15), três bandidos roubaram um lote de celulares de última geração no terminal de cargas do Aeroporto Galeão, na Ilha do Governador. A carga foi levada de um galpão da Gol para a favela Nova Holanda, no Complexo da Maré, conforme registrado pelo dispositivo de segurança dos aparelhos, mas, conforme a Polícia Militar teria informado, não havia como recuperá-los. O diretor de segurança do Sindicato de Empresas de Transporte Rodoviário e Logística do Rio (Sindicarga), coronel Venâncio Moura, fez a denúncia nesta quarta (18).
Segundo Moura, o lote roubado é de aparelhos Samsung Galaxy S9, modelo que ainda será lançado no Rio, e vale um milhão de dólares (o equivalente a 3,4 milhões de reais). Os criminosos vestiam uniformes semelhantes aos usados pelos funcionários do terminal e chegaram armados com pistolas a bordo de um caminhão.
A Polícia Militar informou que só foi acionada na noite de segunda (16), por meio informal, e não pelo 190. Diante das informações de que a carga estaria na Maré, o comandante do batalhão teve de ver a melhor forma de proceder, segundo a corporação, porque já havia passado o tempo hábil e precisavam preservar a segurança dos moradores. A PM informou ainda que há um protocolo de segurança na comunidade que precisa ser seguido.
De acordo com a Polícia Civil, o roubo foi registrado na Delegacia de Atendimento Policial do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Dairj). De lá, o procedimento foi encaminhado para Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), que seguirá com as investigações.

Em novo ciclo, Everton diz que Raí foi decisivo para fechar com São Paulo

 meia-atacante Everton foi apresentado na tarde desta quarta-feira como novo reforço do São Paulo. Após receber a camisa 18 das mãos do diretor-executivo de futebol Raí, o ex-jogador do Flamengo disse que a troca foi motivada pela influência dos dirigentes são-paulinos.
“Tive uma conversa com o Raí e com o Ricardo Rocha (coordenador de futebol), que são craques. Eles me passaram coisas boas do São Paulo, que tem um grupo muito forte, unido e experiente. Assisti o São Paulo jogar. Tem um grande treinador e tenho certeza que vou encaixar ali”, vislumbrou o atleta, em entrevista coletiva, no CT da Barra Funda.
Aos 29 anos, Everton teve 100% de seus direitos econômicos comprados pelo São Paulo por R$ 15 milhões e assinou um contrato válido por três temporadas, com possibilidade de prorrogação por mais uma. Após duas passagens pelo Flamengo, o meia entendeu que precisava de uma mudança de ares.
“Os dois times são gigantes. Eu vi que meu ciclo no Flamengo estava acabando. O São Paulo é um time que vai buscar títulos também. Estou muito tranquilo, é uma escolha muito pensada. Tenho certeza que vai dar certo”, assegurou.
Everton, contudo, não poderá fazer sua estreia pelo São Paulo no duelo contra o Atlético-PR, nesta quinta-feira, pelo jogo de volta da quarta fase da Copa do Brasil. De acordo com Raí, o jogador não será regularizado a tempo de atuar no dia seguinte à sua apresentação.
“Infelizmente, não vamos poder contar com ele por uma questão burocrática. Mas aproveito o momento para convocar a torcida para o jogo importantíssimo contra o Atlético-PR. Precisamos da força da torcida para termos maior chances de passar de fase”, explicou o dirigente.
Revelado no Paraná Clube, Everton se destacou no Flamengo, por quem jogou um total de 245 partidas durante duas passagens (de 2008 a 2009 e de 2014 até os dias atuais). São 37 gols anotados, sendo três neste ano. Pelo Rubro-Negro, sagrou-se campeão do Campeonato Brasileiro de 2009 e dos Campeonatos Cariocas de 2014 e 2017.
“(Estou) preparadíssimo. Joguei no Flamengo por quatro anos e teve uma pressão muito grande, ainda mais nessas últimas temporadas. Estou muito preparado. Tenho uma idade boa, uma família boa e é só jogar futebol”, ressaltou o recém-contratado.
Com Everton, o São Paulo atinge a marca de nove reforços para a temporada 2018. Antes dele foram contratados Jean, Diego Souza, Anderson Martins, Nenê, Tréllez, Valdívia, Régis e Gonzalo Carneiro.
“Estamos apresentando um jogador de indiscutíveis qualidades. Confirma o projeto do São Paulo de superar dificuldades através da qualificação de sua equipe de futebol. O São Paulo luta há algum tempo para retornar para sua condição de instituição séria e vitoriosa. Chegamos a este momento de início de Campeonato Brasileiro consolidados pelo seu elenco e direção. Um plantel verdadeiramente qualificado para representar a nossa instituição e o clube”, avaliou o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

terça-feira, 17 de abril de 2018

Comandante da Guarda Municipal de DÁRIO MEIRA faz elogio a corporação durante atuação na FESTA DA CIDADE 2018


Aos Guardas Municipal de Dário Meira manifesto aqui minha gratidão pelo empenho do efetivo empregado na operação festa da cidade 2018, o prazer da missão cumprida, tem um gosto satisfatório. Na oportunidade agradeço em particular aos GCM’S que estiveram dando o Sangue (azul) durante esses dois dias de festa pra se fazer um serviço de excelência aos munícipes e a todos que vieram curtir o aniversário de nossa cidade.


Agradecer o prefeito William de Alemão pela confiança da missão; a Chefe de Gabinete Ana Luiza, a Secretaria de Ação social Senhora Andrea Sena, ao Chefe da limpeza publica , a todos que de modo integrado, fizeram a segurança de nossa cidade, a Policia Militar, aos Fiscais do tributos, desculpem se aqui deixar de mencionar alguém, mas o importante de tudo é o índice alcançado de 0,0% de morte ou agressão

terça-feira, 10 de abril de 2018

PREFEITO DISTRIBUI CESTAS BÁSICAS PARA ALUNOS DO PROJETO DÁRIO MEIRA INOVADA. EDUCAÇÃO DE QUALIDADE COM SAÚDE E ASSISTÊNCIA SOCIAL PARA TODOS EM ACARACÍ

A prefeitura de Dário Meira entregou na noite da terça - feira 09 várias cestas básicas aos alunos inseridos no Projeto DÁRIO MEIRA INOVADA. EDUCAÇÃO DE QUALIDADE COM SAÚDE E ASSISTÊNCIA SOCIAL PARA TODOS. A distribuição aconteceu na Escola Maria Aurélia (Acarací). 
O Projeto de distribuição de cestas básicas para os alunos que retornam para a escola foi criado pelo prefeito William de Alemão, e a proposta preveem o fortalecimento do ensino e o atendimento ampliado aos alunos que retornaram para a escola.
Agradecida à população reconhece o esforço que a administração municipal fez para proporcionar um momento de fartura para os mais humildes. A alegria estampada no sorriso da população confirmou a necessidade de ampliar cada vez mais esse Projeto, que deverá aumentar significadamente neste ano com a chegada de novos alunos, segundo o prefeito William de Alemão. Depoimentos de populares afirmaram que esse é um grande gesto de solidariedade do poder publico municipal, e que só um governo que conhece a realidade do seu povo é capaz de proporcionar um momento de alegria como esse.
A Secretaria de Educação e Assistência Social tem coordenado os trabalhos, inclusive fazendo as entregas.

PROGRAMAS GARANTEM DIGNIDADE E INCLUSÃO SOCIAL AOS DARIOMEIRENSES.
O prefeito afirma que os programas sociais são importantes para garantir que a população tenha maior autonomia. “A nossa Administração prioriza o atendimento às necessidades das pessoas. Por isso, estamos nos empenhando ao máximo para que os benefícios sociais cheguem a todos aqueles que realmente necessitam. Assim, todos os Dariomeirenses poderão ter mais qualidade de vida e dignidade”, disse.


Postado por: Departamento de Comunicação.

sábado, 31 de março de 2018

Os 10 erros de português mais cometidos pelos brasileiros

Equipe de linguistas revela equívocos mais comuns em aplicativo de idiomas que ensina português também para nativos.
"Vi no Facebook uma mulher dizendo que casaria com o primeiro homem que soubesse usar crase, mas não são só os homens que não sabem usar. As mulheres também!", alerta a linguista Camila Rocha Irmer, uma das encarregadas de avaliar os erros de português no Babbel, um dos maiores aplicativos de ensino de idiomas no mundo.
Ela se refere a um dos erros mais comuns entre falantes de português brasileiro - quando usar a crase? -, juntamente com as dúvidas sobre os "por ques" e outras.
"É algo difícil de explicar. Acho que esses erros acontecem porque há um abismo entre o que escrevemos e o que falamos", diz à BBC Brasil.
"Quem não lida com a escrita diariamente não se lembra das regras. E, mesmo que as pessoas estejam dando mais opiniões nas redes sociais, é uma escrita rápida. Você não tem muito tempo para pensar sobre como escrever."
Há os "erros de sempre", mas Irmer afirma que existem também as questões que aumentam ou diminuem a cada ano. Em 2017, por exemplo, a dúvida sobre quando usar "há" e "a" apareceu mais vezes no aplicativo do que no ano anterior.
Agora, estamos alcançando um público de menor escolaridade que não quer só aprender idiomas estrangeiros, mas tem problemas com português mesmo. E recebemos muitos recados, pelo aplicativo, de pessoas que estão aprendendo português ao estudar outra língua."
A pedido da BBC Brasil, a equipe de linguistas e educadores do Babbel fez um levantamento dos erros mais recorrentes entre os falantes de língua portuguesa no ano de 2017. Veja a lista:

1. "Entre eu e você"

O correto, segundo os especialistas, é usar "entre mim e você" ou "entre mim e ti". Depois de preposição, deve-se usar "mim" ou "ti".
Por exemplo: Entre mim e você não há segredos.

2. "Mal" ou "mau"

"Mal" é o oposto de "bem", enquanto que "mau" é o contrário de "bom". Na dúvida sobre qual usar? Os especialistas recomendam substituir o advérbio pelo seu oposto na frase e ver qual faz mais sentido.
Por exemplo: Ela acordou de bom humor; Ela acordou de mau humor.

3. "Há ou "a"

"Há", do verbo haver, indica passado e pode ser substituído por "faz".
Por exemplo: Nos conhecemos há dez anos; Nos conhecemos faz dez anos.
Mas o "a" faz referência à distância ou a um momento no futuro.
Por exemplo: O hospital mais próximo fica a 15 quilômetros; As eleições presidenciais acontecerão daqui a alguns meses.

4. "Há muitos anos", "muitos anos atrás" ou "há muitos anos atrás"

Usar "Há" e "atrás" na mesma frase é uma redundância, já que ambas indicam passado. O correto é usar um ou outro.

5. "Tem" ou "têm"

Tanto "tem" como "têm" fazem parte da conjugação do verbo "ter" no presente. Mas o primeiro é usado no singular, e o segundo no plural.
Por exemplo: Você tem medo de mudança; Eles têm medo de mudança.

6. "Para mim" ou "para eu"

Os dois podem estar certos, mas, se você vai continuar a frase com um verbo, deve usar "para eu".
Por exemplo: Mariana trouxe bolo para mim; Caio pediu para eu curtir as fotos dele.

7. "Impresso" ou "imprimido"

A regra é simples: com os verbos "ser" e "estar", use "impresso".
Por exemplo: Camisetas com o slogan do grupo foram impressas para a manifestação.
Mas com os verbos "ter" e "haver", pode usar "imprimido".
Por exemplo: Só quando cheguei ao trabalho percebi que tinha imprimido o documento errado.

8. "Vir", "Ver" e "Vier"

A conjugação desses verbos pode causar confusão em algumas situações, como por exemplo no futuro do subjuntivo. O correto é, por exemplo, "quando você o vir", e não "quando você o ver".
Já no caso do verbo "ir", a conjugação correta deste tempo verbal é "quando eu vier", e não "quando eu vir".

9. "Aquele" com ou sem crase

Em vez de escrever "a aquele", "a aqueles", "a aquela", "a aquelas" e "a aquilo", use "àquele", "àqueles", "àquela", "àquelas" e "àquilo".
Por exemplo: Maíra deu o número de telefone dela àquele rapaz

10. "Ao invés de" ou "em vez de"

"Ao invés de" significa "ao contrário" e deve ser usado apenas para expressar oposição.
Por exemplo: Ao invés de virar à direita, virei à esquerda.
Já "em vez de" tem um significado mais abrangente e é usado principalmente como a expressão "no lugar de". Mas ele também pode ser usado para exprimir oposição. Por isso, os linguistas recomendam usar "em vez de" caso esteja na dúvida.

TOP 4

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...